TÉCNICAS DO TRABALHO DE GRUPO, 3ª edição

Minicucci Agostinho

Ano: 2011 | Editora: Grupo GENISBN 9788522471799
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • avaliações

Resumo

Este texto apresenta normas gerais sobre condução de reuniões, técnicas de trabalho no pequeno e no grande grupo, instrumentos de avaliação do desempenho individual e grupal. As técnicas aqui expostas têm sido apontadas como um dos indicadores da importância atribuída ao estudo da dinâmica do comportamento grupal, desde os estudos pioneiros de Kurt Lewin, desenvolvidos na década de 40. Ademais, paralelamente ao surgimento de tais técnicas, ampliou-se também o leque de suas aplicações, avaliando-se, em cada caso seus resultados efetivos. Dessa forma, existe atualmente uma experiência acumulada suficiente para que sejam indicadas as técnicas mais apropriadas às diferentes finalidades - que vão desde o ensino até a tomada de decisões em organizações empresariais.De acordo com Kurt Lewin, criador da expressão dinâmica de grupo e idealizador do T-Group, as técnicas desenvolvidas nessa área destinam-se essencialmente a reformular o comportamento de cada um dos integrantes de diferentes grupos, organizados em diferentes ambientes, visando à consecução dos mais diversos objetivos. Como resultado da aplicação dessas técnicas, procura-se, geralmente, obter maior coesão da atividade grupal, de consenso e de concordância de sentimentos e de objetivos.Decorrentemente, tendo em vista a melhor compreensão de todos esses aspectos, muitas foram as pesquisas que se sucederam aos estudos embrionários de Lewin. Zander e Cartwright, por exemplo, ocuparam-se do estudo de processos de comunicação, liderança, coesão, propriedades estruturais, pressões e padrões dos grupos. Moreno e seus colaboradores criaram os grupos de psicodrama, sociodrama, role-playing e outras técnicas, com conotação psicanalítica. Piaget enfatizou o grupo como elemento fundamental na educação do pensamento lógico, criando, dessa forma, a epistemologia genética, na psicologia do desenvolvimento. Bales, por sua vez, realizou estudos mais específicos sobre os grupos de trabalho.Em essência, é um texto de divulgação e de instrução sobre como aplicar essas técnicas. Reforçando seu caráter didático, apresenta, ao final, um vocabulário de termos técnicos.
TÉCNICAS DO TRABALHO DE GRUPO, 3ª edição

A biblioteca de livros é um conteúdo restrito para assinantes.