Estudo Psicanalítico - Mallarmé o Livro

Joseph Attié

Ano: 2013 | Editora: ForenseISBN 9788530950576
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • starstar_borderstar_half
  • avaliações

Resumo

O trabalho que se realiza aqui visa a interrogar a lógica de sua obra. Vai-se tratar de seguir os significantes do sujeito segundo o ensinamento de Jacques Lacan. A obra, com efeito, indica a posição do sujeito tal como ela responde em sua vida. Que a obra seja a resposta do sujeito é uma afirmação válida para toda obra quando esta se põe a existir. Mas isso não explica todos os desvios por que passou a poesia de Mallarmé, e menos ainda seu mistério que só o termo “mallarmeano” parece hoje encarnar. Digamos que as “palavras” de Mallarmé têm de particular o fato de serem tão sensuais e suaves quanto elevadas à dignidade do conceito, o que, ele chama de “a Noção” ou “a Ideia”. É esta, pelo menos, a ambição do poeta. Donde o brilho e a fascinação que elas exercem.